logo-site
28 06

Santa Bárbara quer ser porta de entrada para o desenvolvimento

Município integra Conselho Gestor do Parque da Serra do Gandarela, buscando equilíbrio entre diversificação econômica e preservação ambiental. Este território atrai interesses e investimentos da Vale

O Parque Nacional da Serra do Gandarela garantirá preservação ambiental e possibilitará o desenvolvimento sustentável. O Conselho empossado hoje (27) pelo chefe do Parque, Tarcísio Nunes, tem a participação de entidades representativas, sociedade civil, poder público e empresas. Santa Bárbara tem parcela significativa do seu território nesta região, local onde a Vale também é proprietária de terras e deseja a implantação do Projeto Apolo, para exploração do minério de ferro. Neste contexto, o Município quer ser porta de entrada para o desenvolvimento.

 Tarcísio Nunes parabenizou a todos os conselheiros, dizendo que cada um carrega um pouco da história de criação do Parque. Na oportunidade, o prefeito anfitrião, Leris Braga, ofertou um espaço no Município para sediar o Conselho. “Santa Bárbara está de portas abertas, com sede estruturada para receber o Conselho”, enfatizou.

Neste contexto, o chefe do executivo falou da importância do equilíbrio nas decisões, visto que, estas, irão determinar o futuro de muitas pessoas e territórios. Para ele, é necessário pensar no ecossistema e entender a responsabilidade que lidar com isto representa para o futuro das próximas gerações. Leris disse que é importante investir nas discussões e se comprometeu, em nome de Santa Bárbara, com o aproveitamento das oportunidades de transformação que o Conselho oferece.

De acordo com o chefe do Parque, agora se inicia um novo tempo. Para ele, a expectativa é que o Conselho possa ser um alicerce importante para a gestão do Parque Nacional. Tarcísio Nunes disse esperar que os conselheiros possam articular e dialogar com o setor representado, a fim de contribuir efetivamente com a discussões.

O secretário de Meio Ambiente e Política Urbana, Juliano Xavier, foi empossado como um dos titulares, tendo como suplente o servidor Antônio Moraes, da mesma secretaria. Em sua fala, Juliano endossou um discurso de entendimento e colaboração, a fim de trazer para os municípios participantes desenvolvimento econômico e ambiental.

O chefe substituto do Parque Nacional da Serra do Gandarela, Júlio Botelho, conduziu os trabalhos de apresentação dos conselheiros e sobre o Parque, direcionamentos iniciais e funcionamento do Conselho.

Após uma pausa para almoço, a reunião seguiu até às 17h, com encaminhamentos acerca da elaboração do Regimento Interno, apresentação da Metodologia do Plano de Ação do Conselho, dentre outros informes.

Além de Santa Bárbara, o Parque Nacional da Serra do Gandarela compreende os municípios de Caeté, Itabirito, Mariana, Nova Lima, Ouro Preto, Raposos e Rio Acima, e será administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

*Sitedanana

Gostou do Post? Compartilhe:
Deixe seu comentario