logo-site
08 06

Fred desencanta, Victor salva e Atlético, no sufoco, vence a primeira no Brasileirão – Galo teve dificuldades, mas conseguiu sair de campo com os 3 pontos

Foi sofrido, mas o Atlético finalmente conquistou sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro. Diante de um aguerrido Avaí, o Galo sofreu, teve em Victor, mais uma vez, o seu grande nome, e venceu por 1 a 0, gol do atacante Fred, que desencantou na competição.

O Atlético teve muitas dificuldades contra o Avaí. Sem Cazares, seu principal articulador, pouco criou chances. Valdívia, seu substituto, teve boa participação, se movimentou bem e criou chances de perigo. Mas a equipe alvinegra, principalmente a partir da segunda metade da etapa final, perdeu totalmente sua força ofensiva e viu Victor fazer duas grandes defesas para garantir o triunfo.

Com a vitória, o Galo deixa a zona de rebaixamento. Agora, o Alvinegro soma 6 pontos e ocupa, provisoriamente, a 13ª posição. Já o Avaí, com 4, está em 17º.

Na próxima rodada do Brasileirão, o Atlético visita o Vitória, domingo, às 16h, em Salvador. Já o Avaí, no mesmo dia e horário, recebe o Flamengo na Ressacada.

O jogo

O Atlético entrou em campo sem Felipe Santana, poupado por desgaste muscular. Erazo ganhou a vaga. No meio-campo, Valdívia foi o escolhido para a vaga de Cazares, que está na Seleção Equatoriana. Apesar da expectativa de um jogo de ataque contra defesa no Horto, foi o Avaí que assustou primeiro, com Juan, que parou em grande defesa de Victor.

Estreando diante da torcida, Valdívia quase marcou em sua primeira jogada ofensiva. Ele tabelou com Robinho e finalizou para grande defesa de Kozlinski. O Avaí marcou forte no campo de ataque do Galo, que tinha dificuldades para criar. Quando chegou, o Alvinegro abriu o placar.

Robinho virou da esquerda para a direita e encontrou Alex Silva livre. O lateral dominou e cruzou na área. Fred subiu mais alto que o zagueiro e cabeceou para as redes: 1 a 0. Foi o primeiro gol do artilheiro no Campeonato Brasileiro. Depois do gol, o Avaí até finalizou mais que o Atlético, mas quem quase marcou mais uma vez foi o Galo. No último lance da etapa inicial, Valdívia cobrou falta e Yago parou em grande defesa do goleiro adversário.

No segundo tempo, o Avaí voltou pressionando mais o Atlético, com uma marcação mais avançada. O Alvinegro pouco conseguia trocar passes. O jogo ficou duro para o Galo, já que o time visitante equilibrava a posse de bola e passava a ameaçar.

O Galo teve chance de ampliar com Valdívia, que parou em defesa de Kozlinski. No rebote, Fred balançou as redes, mas estava impedido. Depois desse lance, Roger tirou de campo Fred e Robinho, ambos por cansaço. O time perdeu suas principais referências ofensivas e o Avaí cresceu. O Alvinegro terminou o jogo com apenas quatro titulares em campo.

Em boa jogada de Juan, que deixou Alex Silva e Rodrigão para trás, Marquinhos, livre, concluiu em cima de Victor. Em outra chance, Capa cruzou para Luan, livre, cabecear e obrigar Victor a fazer defesa espetacular. No fim, vitória dos extenuados atleticanos.

*Estado de Minas

Gostou do Post? Compartilhe:
Deixe seu comentario